Seminário aborda aspectos da Doença de Alzheimer em Caruaru nesta terça (12)

O Alzheimer é a principal causa de demência no Brasil e no mundo, com números crescentes e alarmantes nas últimas décadas. Apesar de não ter cura, a enfermidade pode e deve ser tratada. Os idosos são as principais vítimas da doença. De acordo com a Associação Brasileira do Alzheimer (ABRAz), estima-se que cerca de 35,6 milhões de pessoas no mundo sofrem com a Doença de Alzheimer. No Brasil, esse número chega a quase 1,2 milhão de casos, sendo que a grande maioria deles ainda não têm diagnóstico. Para alertar a população do Agreste pernambucano sobre a doença, a Regional Pernambuco da Abraz realiza nesta terça (12/11), em Caruaru, a “ABRAz Itinerante”, na Sala de Eventos do Shopping Difusora, das 8h às 15h30.

Com o tema “Falando da Doença de Alzheimer”, o evento terá como um dos palestrantes o neurologista Paulo Henrique Fonseca, que atende no Núcleo de Oncologia do Agreste, em Caruaru. Ele vai abordar todos os aspectos relacionados aos sintomas, diagnóstico e tratamento da doença. Sua fala será das 9h40 às 10h20. “É de extrema importância a participação da população neste encontro pela sua característica multidisciplinar, contando com a presença de geriatras, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, para que possam ter informações que as auxiliem a lidar de forma mais fácil e eficaz com tudo o que diz respeito à doença, do diagnóstico até os cuidados necessários com o paciente”, afirma.

A abertura será às 8h, com uma fala de boas-vindas aos participantes da presidente da ABRAz-PE Cleonice Albuquerque e do médico César Borba, integrante da diretoria da Associação. Em seguida, a médica Flávia Goldmann, diretora científica da ABRAz-PE e Membro da Sociedade Alemã de Geriatria, fala sobre “Senescência, intempéries, Doenças crônico-degenerativas”. Na sequência, tem as palestras do neurologista Paulo Henrique Fonseca, do odontogeriatra Antônio Carlos Moura, que vai abordar os “Desafios da odontologia no idoso frágil” e da fonoaudióloga Izabel Cristina dos Santos Lopes sobre “Terapia de linguagem em pacientes com Alzheimer”. 

À tarde, mais três apresentações: primeiro, Olívia Bandeira, terapeuta ocupacional e coordenadora geral dos grupos de apoio da ABRAz-PE, vai falar sobre as “Atividades básicas de vida diária e a rotina da pessoa com Alzheimer”; em seguida, a também terapeuta ocupacional e Mestre em Gerontologia pela UFPE Gabriela Xavier Gomes aborda sobre as “Orientações para uma casa segura”, fundamental para a integridade física dos pacientes; e por fim, o fisioterapeuta Leandro do Nascimento Lima da Silva, mestre pela UFPE, traz o tema “Entre o visível e o invisível: as representações motoras no cotidiano do indivíduo com demência de Alzheimer”.

“O projeto “ABRAz Itinerante” tem como objetivo levar, o mais longe possível, informações e esclarecimentos sobre a doença de Alzheimer e a diversidade de sintomas que as pessoas precisam conhecer para saber cuidar“, explica Cleonice Albuquerque, presidente da ABRAz-PE. Para fazer as inscrições, os interessados devem acessar o site www.sympla.com.br/abrazpe ou ligar para o número (81) 98802-0263. A inscrição custa R$ 50, mas estudantes e idosos têm desconto e pagam R$ 25.

Comentários do Facebook