Incêndio na Feira da Sulanca é repercutido na Alepe

Deputado delegado Lessa

O incêndio ocorrido no setor da Brasilit da Feira da Sulanca de Caruaru, no início da noite da segunda-feira 06, repercutiu na sessão da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Durante o grande expediente, o deputado estadual Delegado Lessa (Progressistas) registrou o fato e colocou-se à disposição para encontrar soluções para o problema.

O deputado ressaltou que, durante a manhã, participou da reunião do Pacto Pela Vida, onde expressou preocupação com o ocorrido na Sulanca. “O fato causa preocupação, até mesmo por causa da segurança dos comerciantes e compradores no Parque 18 de Maio”, disse. A Frente Parlamentar de Segurança Pública, coordenada por Lessa, assumiu um assento nas reuniões do PPV, podendo assim monitorar e sugerir políticas públicas mais efetivas para a área.

Ainda durante seu discurso na Alepe, o deputado salientou os avanços que o Governo do Estado tem realizado na área da segurança pública. Um dos pontos destacados pelo parlamentar foi o viés preventivo, através de educação de qualidade, e programas como Atitude e Governo Presente. O investimento nos serviços de inteligência da Polícia, a elevação nos índices de resolução de crimes e a redução da violência contra a mulher também foram mencionados pelo parlamentar.

Tony Gel

incêndio na Feira da Sulanca de Caruaru, ocorrido na noite de segunda-feira (06), foi tema do pronunciamento do deputado Tony Gel, do MDB, na reunião plenária desta terça-feira (07), na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O parlamentar lamentou a tragédia e defendeu a união de esforços do município e do Estado para oferecer assistência aos sulanqueiros que tiveram barracas destruídas pelo fogo, bem como reestruturar as instalações do espaço comercial.

Tony Gel lembrou ter sido o terceiro episódio registrado na localidade em apenas dois anos. Além dos trabalhos de prevenção, o deputado sugeriu que o Poder Executivo municipal lidere um movimento para ofertar linha de crédito especial aos comerciantes que tiveram prejuízos. O Governo do Estado ofereceu ajuda através do Expresso do Empreendedor.

Comentários do Facebook